Dor de cabeça digital

Computadores amontoados acinzentados, corpos embutidos em aplicativos
Entretenimento transformando em zumbi, apenas almas penadas que caminham, sem vida sem sucesso, carregados de “likes” e “post’s” mentirosos que ocultam a realidade que não querem enxergar, vida frágil sem continuidade, ativismo e vitimismo se entrelaçam em intrigas viscosas.
O mundo contemporâneo e individualista onde relacionamentos são “líquidos” e amizades digitais, rodeado por todos e sozinhos em nossos universos ao mesmo tempo a carência como companheira e a falta de afeto é maior nos tempos modernos, dentre outros tópicos discorridos no raciocínio que aqui se desenvolve mesclando-se sem limite, numa orgia de sexualismo desenfreado que faria da população uma nação de mulas e asnos.
A síndrome dessa doença é mental, um grito de desespero descarrego pelas manhãs carregado de frustração, com medo! Pois negamos ter essas sensações em nossos corpos destituídos de amor e empatia a essência é quem apenas clama por algo maior!
O coração palpita por algo que anseia que deseja o sangue borbulha com mais fluidez e velocidade e deseja sair do casulo e viver
Embriagados pela beleza psicotrópica Do suor em nome do senhor. E assim seguimos em nossos polos e continentes As cargas horárias de exposição na terra.
A modernidade nós concebeu barbitúricos que são prescritos por médicos holográficos que prometem curar essa dor de cabeça digital.
 
Marco Antônio
 
(“Dor de Cabeça Digital” publicado em 26 de janeiro de 2017 – São Paulo)
3 art

Arte por Marco Antônio/ técnica mista e edição de cores no photoshop.

Anúncios

4 comentários sobre “Dor de cabeça digital

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s